Vontade de Ser Feliz

Tenho acordado com uma vontade de ser feliz. Não uma felicidade hipotética, e sim daquela de aproveitar cada momento.
A felicidade de redescobrir a alegria de dançar, de cantar, de ver o sol se pôr, de acumular sabedoria.
A satisfação de aprender a dizer não, a arte de amor próprio, do autoconhecimento e selecionar melhor as companhias.
Compreender o que é paz interior, quando se desenvolve a empatia, e assim aprender que cada um doa aquilo que tem, e as vezes não era aquilo que a gente queria.
Eu quero ser feliz, perder o medo de recomeçar, então recomeçar mesmo com receio, e desejar algo novo, e de novo, e mesmo assim tentar.
Eu acordei com uma vontade de sair desta inércia, desses dias automáticos, que quando a gente percebe o tempo já passou, nos sufocou e ficando só a frustração.
Eu acordei, buscando algumas mudanças, para enfim despertar e e ser feliz.

Publicado por Clarice

Paulistana, que adora ficar em casa, masss me chama pra dançar, cantar, ler, estudar, ou ter uma conversa longa sobre a vida, sobre justiças e injustiças, sobre o mundo. E que agora depois dos 30 quer voltar a escrever.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: